https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

A FONTE DAS VIRTUDES

O TEMPO PASSA...

MEU AMOR

Depois do natal

Teatro na universidade au...

TEATRO PARA CRIANÇAS - NA...

CHUVA

A MINHOTA

O DIABO NO VERÃO DE 2017

ABSTENÇÃO ELEITORAL

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Segunda-feira, 22 de Agosto de 2011

"SÃO ROSAS"

“Rosas, meu senhor”, rosas líquidas a sorver luzes,

 

a moldar sonhos e miragens, rosas na graça infinita da cor;

 

Rosas cato a reter pérolas caiadas sobre ombros escarlates, rosas sangue

 

no mortiço dos olhos, rosas morenas no rosto a propor abrigo.

 

“São rosas, senhor”, em meu peito ardendo, por meu mal,

 

 por meu castigo, rosas em mundo insano

 

 na fome do amor, do mendigo.

 

publicado por Bernardete Costa às 22:52

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Bernardete Costa a 22 de Agosto de 2011 às 23:04
Esta é uma foto da autoria de fernando Costa, para que se conste e fique registado.

Comentar post