https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

LUXÚRIA

BORRASCA DA GROSSA

TARDE DE MAIS

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2014

UM NATAL PARA OFERECER

(este foi meu grito no natal de 2012)

 

Quisera ter um natal para vos oferecer,

um ramo de azevinho, um poema de alegria…

Mas mataram o meu natal

naquele fatídico dia. Por aonde anda esse Jesus

esquecido das crianças de Connecticut…

 

Quisera ter uma palavra de natal, a luz 

a reluzir nas agulhas do pinheirinho,  a macia voz

na fragrância do carinho, mas meu coração

dói pelo sangue a escorrer dor e iniquidade,

minha razão nega qualquer obscena liberdade!

 

Quisera falar de natal, mas há pássaros

a bicarem-me as entranhas, há lágrimas, há sal,

há mágoas a devorarem montanhas …

Na minha voz estrangulada

há um novelo de silêncio… Ou de raiva!

 

Quisera uma estrela a sorrir no verde da rama,

mas minhas mãos apenas colhem a dor,

o drama. Não encontro sentido

para a morte antecipada,

não encontro raciocínio para arma disparada.

 

Com aquelas crianças morreu o meu natal.

Não me levem a mal, dentro de mim

 o amor não se regenera tão depressa,

dentro de mim tudo dói,

 para que se esqueça a morte neste poema.

 

Sim, meu poema nega o poder, porque meu grito

não entende a falsa igualdade duma bandeira.

 Para mim há uma estátua no céu de Manhattan

a dominar a ilha num jogo de brincadeira.

 

Roubaram-me  a ternura deste natal.

Sem ternura o que me resta?, Apenas o mal

semeado pelos jardins…; são armas as flores de jasmim,

é loucura a bala assassina, permitida!...

 

Por aonde anda esse Jesus

que também esquece a criança palestina?

Jesus não pode renascer permitindo

o morrer da inocência.

 

Quisera ter um natal para vos oferecer,

porém, hoje, apenas vos deixo a sua ausência.

 

Bernardete Costa (2012)

 

 

 

publicado por Bernardete Costa às 22:29

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?