https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

LUXÚRIA

BORRASCA DA GROSSA

TARDE DE MAIS

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2014

O AMOR

Não sou de comemorar dias disto ou daquilo. Até fujo à celebração de aniversários.

Festejar este dia de S. Valentim, sem dúvida, é uma forma de induzir o consumismo. Este ano de crise maior, o santo poderá ser um pouco esquecido. Ingratamente. Gostaria de vos contar a história que lhe diz respeito. Bonita. Mas não o faço, porque não me apetece.

É uma história de amor. Por isso hoje S. Valentim é aqui chamado.

O dia dos namorados, o amor, ou o que lhe queiram chamar, evocado com presentinhos, com jantares a dois e velas acesas… não me comove.

Mesmo a (des)propósito li algures “Um grande amor  não se compadece com o peso duma obrigação, e cede sob o peso do hábito”

.Acima de tudo, perdoem a crueza(!?) desta minha convicção, o amor é como um perfume!

E por aqui me fico.

 

publicado por Bernardete Costa às 17:35

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?