https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Terça-feira, 8 de Novembro de 2016

DESCULPA

 

desculpa. impossível o amor, uma tormenta

ao pôr-do-sol, uma rua de vidro

se meus passos nela intenta.

 

desculpa. a nossa viagem findou sem se ter iniciado.

veio a brisa. amaciou o fogo solar

e não mais se soube que lava irrompeu

do desejo que tudo confunde:

o ensejo de te ter a meu lado, rir no teu riso,

ser eu que em ti se funde.

 

desculpa. apenas pretendo ternura se tua boca

beija minha boca se teu afago é sal de mar.

 

desculpa. sei que sorrio se lembro teu olhar.

ainda assim uma lágrima desce-me pelo rosto

e bebo-a como o mais puro mosto,

essa sede que de ti me ficou:

teu rosto no meu rosto minhas mãos nas tuas mãos

meu sorrir na travessura do teu sorrir

…mas nada mais.

 

desculpa. até o mais belo dos vitrais se estilhaça

e o amor, o amor que não chegou a florir,

somente me deixa faminta da saudade 

…dessa saudade que se embaraça

 por existir.

 

bernardete costa

 

publicado por Bernardete Costa às 21:51

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?