https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Sexta-feira, 18 de Novembro de 2011

UM PAÍS INCAPAZ DE SE OUVIR…

Que medo! Pois o fulano ainda mexe, vulgo, fala? Cortem-lhe a língua, como no passado, cortem-lhe a língua, ceguem-lhe os olhos ( “maior cego é aquele que não quer ver”, voz de burro povo…), cortem-lhe  a raiz ao pensamento, mesmo com serra elétrica, mas cortem… cortem….
Otelo quando fala é assim, tão grave como quando diz Zaratrusta " Deus está morto", e tremem os céus, as terras, os mares…
O 25 de Abril foi tão bom, ai que bom, saberá a chocolate? E os lambões lambuzando-se desse chocolate, e no gozo que lhes fica de tão elevado paladar, a fazerem-nos caretas, a deitarem-nos a língua de fora…
Que medo de Otelo, que medo dos militares, que medo das foices afiadas do povo!
Vá, continuemos a sorrir, a anuir, a abaixar as orelhas, a dizer amém por debaixo das patorras de Sarkozy e de Merkel e do deus mercado…para que se cumpra o destino dum país...incapaz de se fazer ouvir!

Bernardete Costa

publicado por Bernardete Costa às 10:48

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?