https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2012

VISITA A EBS DE VILA COVA E A EB1 DE SILVEIROS

Levei comigo o frio embrulhado numa asa de vento, levei comigo o calor do meu coração bem dentro dum saquinho de sol até a EBS de Vila Cova, num dia destes de fevereiro semizangado com o tempo.

 Os meninos, desde o 1º  ao 4º ano de escolaridade, aguardavam-me num silêncio simpático mas expectante. Ao deparar com os sorrisos nos seus rostos, logo senti que precisava de lhes oferecer, sem demora, o tesouro que levava comigo: as histórias do meu livro “Doce canto de sereias e outras histórias”.

Assim foi. Contei-lhes uma das histórias; conversámos sobre cada uma, respondi às questões levantadas. Alunos muito interessados, crianças felizes por contactarem mais uma vez com um autor. Crianças e professores empenhados em retribuir o calor que comigo levei num saquinho de sol, com trabalhos ilustrados que formavam quatro cadernos, cada representando uma das histórias do meu livro de contos infantis.

Aqui quero deixar digitalizados 4 trabalhos que entendi selecionar, aplicando o critério do meu gosto estético e emocional.

 Aqui, também, pretendo expressar a minha gratidão pelo convite e pela oferta da revista escolar que já faz parte da “minha biblioteca”,  revista que me permitiu  viajar pelos mundos da poesia, das histórias, das notícias…e dos mais variados acontecimentos decorridos neste estabelecimento de ensino, ao longo do ano 2011.

Até um dia, alunos da EBS de Vila Cova, até sempre.

 

 

 

 

Desta vez, fui até à escola EB1 de Silveiros, a convite da Câmara Municipal de Barcelos, uma escola já marcada pela idade, mas onde se procura não discriminar os alunos em relação a outras no que diz respeito a novas experiências.

Os meninos, desde o 1º ao 4º ano de escolaridade, aguardavam-me com muita ansiedade  e com a irrequietude inerente a um dia marcado pela diferença. Logo os prendi à magia do conto “O doce canto de sereia”, uma das histórias infantis do meu livro homónimo.  Alunos muito irrequietos, é certo, mas interessados, crianças felizes por contactarem pela primeira vez com um autor. Crianças e professores empenhados em retribuir o calor que veiculei nas palavras da fantasia com trabalhos ilustrados que representam cenas da história escutada.

Comigo trouxe as memórias da minha infância revisitada com a ajuda destas crianças, e sobraçado um ramo de rosas rubras revestidas a cera que irão por muito tempo imprimir o prematuro inÍcio da primavera.

Bem hajam a Câmara municipal e suas escolas, porque apesar da crise que nos assola, ainda apostam na aquisição de livros, consequentemente, no prazer da leitura e suas expectativas no  desenvolvimento afetivo e  intelectual.

 

publicado por Bernardete Costa às 16:10

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?