https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

LUXÚRIA

BORRASCA DA GROSSA

TARDE DE MAIS

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Terça-feira, 26 de Julho de 2011

DIA DOS AVÓS

Meus netos são os dedos duma mão:

Luís, fugidio, seus olhos de carvão

 e seda negra na tela dos cabelos; o irmão,

N

E

T

O

S

Afonso, traz no olhar o espanto do destino

só não sei, meu querido, donde vieste,

que a diabetes  te apanhou no caminho…

 

Segue-se o André, o sol a beijar

a cabeleira de anjo e a traquinice a disparar

como seta na gargalhada, e a bola nos pés a rolar…

Anda a descobrir a vida em seus enredos

ah, já gosta de meninas…e com o Luís

                      monta a casa  dos segredos.

 

Agarrada ao colo maternal, aparece a Inês,

bate-me à porta com as lágrimas a molhar 

o rosto angelical; minha princesa, digo, vem 

ao afago de árvore madura,

na firmeza dos meus ramos,

                    duas vezes sou tua mãe.

 

Minha neta Inês com olhar de porquês,

numa interrogação de ternura

procura conforto no meu regaço.

Sou mamã do teu pai, tua mãe duas vezes, por isso,

ficas tão segura no meu colo!

Logo se acaba o choro e beija-me o nariz

enquanto me diz:

                     avó, faz-me um poema.

 

Outra é a Sofia, tão pequena ainda,

 todavia a luz do seu sorriso

é pintura de cor no seu rosto lindo.

Ó deus pintor que tão belos pintaste meus netos!

Ó amor de avó a compensar

                     a ausência de afectos….

.

Avó, avó…escuto por entre risadas e gritos…

Travessos, aflitos, .e logo acorro

num disfarce de severidade.

Meninos: estou cansada, não tenho idade…

quem quer beijos, pergunto

doces beijos que retiro do forno

                   a prometer  lambarice.

 

Depois sou voo de gaivota num piar de chamada:

és tão engraçada, avó, dizem os diabinhos

em gestos de traquinice…

sempre a fugir aos meus carinhos

                  numa  doce provocação de amor.

 

Dia dos avós 2011

Bernardete Costa

publicado por Bernardete Costa às 16:36

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?