https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ABSTENÇÃO ELEITORAL

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2017

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Segunda-feira, 25 de Abril de 2011

Dizer Não!

Já os cravos murcharam

e os tambores se calaram.

Poucas as vozes são

que ainda gritam pelo pão!

Já o povo se emudeceu

à sombra doutra azinheira,

já abril se ajustou

em trinta anos de espera.

Já Abril se cumpriu

na voz da razão

para quem nunca sentiu

a revolta

e a humilhação!

 

Quem sabe de um Abril

de cravos mil

e chuvas e risos

esperanças e fraternidade?

Quem sabe da revolução

no cano duma espingarda,

desse rubro de cravos,

incendiando a madrugada?

 

Quem sabe de Abril

ecoando na canção?

Quem sabe de um país

que eu sempre quis ?

Quem sabe da minha cidade

em cada esquina

uma mão amiga?

Quem sabe da chave

que tranca a liberdade?

 

Quem sabe da liberdade

de dizer...

NÃO?!

 

(In Transpiração)

               

 

Bernardete Costa

 

publicado por Bernardete Costa às 00:00

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?