https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Segunda-feira, 14 de Março de 2011

CÁVADO

 

Ó meu lavado rio colhendo beijos

nas coxas ardentes de estio,

amado senhor de meus segredos, lâminas

d’areias na turgidez dos seios,

venturosa liquidez na sede dos corpos…

 

Rio colhendo lírios, sussurros de areal,

amplexos de desejos em emudecimento,

delírio de espinhos; espelho de acolhimento

em lábios de sereia…; ó rio,saudoso deus

de uma ninfa cidade que em ti se espelha.

 

Vem da memória deslaçar venturas

no odor inaugural das tardes adolescentes,

vem saciar a fome duma ternura a florescer

no sem nome de mãos entrelaçadas,

vem ó rio prometer anseios de Aladino.

 

Venturoso rio na transpiração do poema,

a transpor muralhas no clamor do tempo

nos acordes de Vivaldi em sinfonia de verão,

vem compor a partitura da nostalgia

na essência da pedra, da água, da flor…

 

Ainda ouço teu cântico no apelo do amor,

ainda ouço o teu arfar na zanga dos invernos,

sufoco tumulto de vida, fulgor…e morte.

Ó amado rio da infância, cristalino leito de seixos,

cúmplice amante no espanto de meus versos.

 

Mergulha no silêncio da voz a brisa fértil da luz,

retém em tuas águas o deslumbramento

na escuridão das memórias, e  vem selar o destino

na foz que te aguarda em carícias de sal

nas pupilas ardentes do vento.

 

Vem ó rio escrever barco e afagar águas

a rumorejar ondas. Por entre o labirinto dos salgueiros

e a dureza do penedio, na adivinhação da metáfora,

toma como dádiva esta epifania, presente divino

dum  abismo de amor e insurreição.

 

Bernardete Costa

publicado por Bernardete Costa às 18:53

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
3 comentários:
De Andreia a 18 de Março de 2011 às 18:22
Andreia: gostei de a poesia que fez tem jeito para poesia!
De Bernardete Costa a 18 de Março de 2011 às 19:26
Olá, Andreia:
És uma menina da Escola de Góios, não és?
Obrigada por visitares omeu blog e pelas tuas lindas palavras.
Beijinhos,
Bernardete Costa
De andreia a 23 de Março de 2011 às 20:54
Andreia:De nada!!!!!!!

Comentar post