https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

LUXÚRIA

BORRASCA DA GROSSA

TARDE DE MAIS

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

Lágrimas dulcíssimas

 

Não há lágrimas nos teus olhos;

na secura das pálpebras

há rituais de sombras e silêncios.

 

Seja qual for a razão, deixa

a liberdade da lágrima suavizar

o fio da navalha de onde te susténs;

 

deixa uma só lágrima dulcificar

esse oceano de sal que te embala

e pacificar a tempestade,

 

 e contempla-te na quietude do lago.

 

 

 

 

Bernardete Costa

 

 

publicado por Bernardete Costa às 23:01

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?