https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ABSTENÇÃO ELEITORAL

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2017

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

A POESIA

 

A poesia é nada, alimenta-se da palavra

e essa menos que pedra. Pedra fere, magoa, dói…

e poesia é letra, verso geralmente lamecha, até rato rói..

Por vezes fico obtusa, mais dura que pedra,

e nem poesia me protege da mão confusa que lança pedra

ou me ergue do chão.

Com poesia posso esgrimir violência e com pedra sou violenta.

Às vezes, recolho pedra do rio ou da praia e ergo um castelo

onde a poesia é sentinela do meu pensamento.

Por isso, com pedras aninhadas na palma,

acredito na poesia que também é pedra amaciada pela luz,

pelo azul, pelo deslumbramento.

Com pedra arquitecto casa, faço murada de jardim,

pavimento a calçada; com poesia falo de mim

sem dizer absolutamente nada.

Ah, mas a poesia é que me salva de todas as pedradas:

estanca o sangue das feridas e aflora em meus olhos

o brilho doce e meigo e tonto da palavra.

Porém, a poesia também pode ser cruel porque transforma

a língua perversa derramada no mel

                 na taça

                                             de pedra

                                                                                   de todo

                                                                                    

o meu fel.

 

Bernardete Costa

 

publicado por Bernardete Costa às 10:56

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
2 comentários:
De alebarros a 21 de Fevereiro de 2011 às 14:09
Olá!
Gostaria de compartilhar com você, esse poema lindo da Brunna Paese.


SER MULHER
Ah, ser mulher!

Ser mulher é ver o mundo com doçura,
É admirar a beleza da vida com romantismo.
É desejar o indesejável.
É buscar o impossível.

O poder de uma mulher está em seu instinto
Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
E cuidar de vários outros filhos que não são seus.

Ah, as mulheres!
Ainda que sensíveis
Mulheres conseguem ser extremamente fortes
Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.

Mulheres cuidam de feridas e feridos
E sabem que um beijo e um abraço
Podem salvar uma vida,
Ou curar um coração partido.

Mulheres são vaidosas,
Mas não deixam que suas vaidades
Suplantem seus ideais.

Muitas mulheres mudaram o rumo
E a história da humanidade
Transformando o mundo
Em um lugar melhor.

A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
Ser mulher é gostar de ser mulher
E ser indiscutivelmente feliz
E orgulhosa por isso.

- Brunna Paese -
De Bernardete Costa a 22 de Fevereiro de 2011 às 00:15
Obrigada pela partilha.
Cordialmente,
Bernardete Costa

Comentar post