https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Terça-feira, 7 de Setembro de 2010

Definitivamente

Junto a ti

toda eu me sinto reclusa.

Adormecida no voo estonteante

dos teus braços

indago da tua presença

na memória mais sublime da ternura.

 

Invoco o teu nome

para a ti chegar. Definitivamente.

  

Bernardete Costa 

publicado por Bernardete Costa às 19:54

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
2 comentários:
De flavio lopes da silva a 7 de Setembro de 2010 às 22:00
olá Bernardete!

gostei do poema e do bater de asas de cada palavra.
aqui respira-se poesia!


De Bernardete Costa a 8 de Setembro de 2010 às 00:26
LÁ BATER ASAS, AMIGO, EU BEM PERSISTO, MAS VOAR TAMBÉM CANSA...
obrigada pela tua atenção
Um beijo,
Bernardete

Comentar post