https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

CHUVA

A MINHOTA

O DIABO NO VERÃO DE 2017

ABSTENÇÃO ELEITORAL

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2017

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

HÁ ESCOLAS….E ESCOLAS

No passado dia dois deste mês, tive o grato prazer de estar presente na escola EB1 de Campo, S. Salvador, Barcelos, no enquadramento das actividades a promover na Semana da Leitura, a convite de um antigo colega de profissão que conhecia a minha obra infantil “Cerejas aos Molhos”.

Foi com aprazível satisfação que constatei que o grupo de docentes deste estabelecimento de ensino conseguiu transformar este singelo encontro numa sessão de trabalho em que a poesia andou pelo ar num amplexo de magia e de encantamento, tendo em conta que as crianças se deixaram enlear pela beleza das imagens e pelos poemas visualizados na referida obra, assim como evidenciaram notório gosto pelo texto poético.
Abrilhantando este encontro, alguns alunos declamaram (sem recurso a papel, o que é de louvar, nem sempre assim acontece) alguns poemas que revelaram a preparação atempada e cuidadosa na sala de aula. Este facto, que pode parecer trivial, resultou numa sensação plena de felicidade e de gratidão pelo empenho manifestado quer por professores quer pelas crianças.
 
Em tempos de grande polémica e dissensão entre docentes e ME, compraz-me verificar que há escolas em que os professores não temem a famigerada “Avaliação” (ainda que discordando dos moldes em que se processa, o que é outra questão), porque não cumprem horários – trabalham muito para além deles – e porque desenvolvem um cem número de actividades sem se prenderem com teses mais ou menos ridículas de exigência ministerial. Estes docentes, e muitos outros, felizmente, limitando-se a ensinar o melhor que sabem, recriando e reinventando novas estratégias e metodologias num dinamismo muito particular, com o único fim em vista: o sucesso educativo das suas crianças.
 
Bernardete Costa
 
publicado por Bernardete Costa às 16:58

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?