https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

SAFO

Hoje, pretendo tecer umas breves palavras sobre Safo, poetisa da antiguidade, aos meus eventuais leitores.

 
 
O assunto principal de seus poemas foi o amor, sempre expresso com simplicidade natural, às vezes com ternura, às vezes com
ardor apaixonado. Ela usou em seus poemas uma grande variedade de metros, um dos quais, o sáfico, está associado especialmente ao seu nome. Sua poesia foi muito apreciada na antiguidade, tendo sido elogiada por Platão, por muitos
poetas da Antologia Grega e por "Longinos" no tratado sobre o Sublime.

O Amor agita meu espírito
como se fosse um vendaval
a desabar sobre os carvalhos.
 
Tenham uma boa-noite iluminada por estas palavras duma ternura e simplicidade extremas.

publicado por Bernardete Costa às 23:20

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?