https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

VEREDAS DO DESEJO

Este é mais um trabalho poético de caracter erótico, digamos, elaborado a quatro mãos (foi-me solicitada a transcrição, com a liberdade de alterar o aspecto formal, de forma a sugerir a consistência de um poema), que responde ao desafio por mim proposto neste blog, há já uns tempos.

Agradeço a gentileza deste meu leitor atento.

 

minhas mãos

dedilham frementes
a música nas veredas do desejo,
mãos sôfregas tacteando
a pauta mais recôndita do teu corpo;
minha boca ávida na luz de um beijo
acaricia a húmida ferida onde
meu raio de sol
nesse santuário ardente
explode meu grito de vida.
 

(O autor pretende o anonimato e a sua vontade será respeitada).

publicado por Bernardete Costa às 16:44

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?