https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ABSTENÇÃO ELEITORAL

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2017

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

VENTO E FOLHA

Tu és o vento murmurando segredos

eu a folha enleada na aragem do teu sentir;
vento e folha num só como se fôssemos
a raiz, o tronco, o ramo, a flor, o fruto, a árvore
e nosso amor a seiva fecunda, fonte dos corpos
sequiosos do alimento que nos abrasa.
 
No enleio do vento oriundo do norte
no bailado duma folha de Outono em seu redor
somos o vento e a folha buscando o riso
nos passos desta dança de sedução e amor.
 
Tu és a poesia, o canto, o grito e o apelo,
eu a mão de poeta no registo do poema,
poema e poeta ambos como se fôssemos
o convexo e o concavo no reflexo do espelho
e o nosso amor a luz dum arco-íris, o incêndio
solar na sagrada matriz dos corpos.
 
 
Bernardete Costa
 
 
 
publicado por Bernardete Costa às 19:34

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?