https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

TEATRO PARA CRIANÇAS - NA...

CHUVA

A MINHOTA

O DIABO NO VERÃO DE 2017

ABSTENÇÃO ELEITORAL

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2017

O REFLEXO NO ESPELHO

"O VELHO DA HORTA", PELA ...

MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS...

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

FESTIM DE PALAVRAS

Por vezes, os livros depois de lidos, parecem adormecidos em cima da nossa mesinha de cabeceira. Um dia, uma mão reabre as páginas e um olhar ávido deixa-se prender aqui e acolá por textos, frases que, entretanto, adquiriram novos sentidos, outros sabores.

Eis alguns exemplos,…só delícias!

  

A morte não existe
Tudo é sexo e canto
 
Não busques a paixão
Ela, que não sabes onde está,
Te encontrará
 
O sexo é um festim; amar, uma cerimónia.
 
O teu sexo obscuro
Não é um lugar vazio –
Tantas estrelas!
 
 (In A Minha Palavra Favorita, "Eros", Casimiro de Brito, Edição Jorge Reis Sá, Centro Atlântico, Novembro de 2007)
publicado por Bernardete Costa às 15:17

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?