https://youtu.be/QLCDymoJD_0

Os Meus Livros

https://youtu.be/Fke4JjUZDTs

posts recentes

ESPETÁCULO UAE (UNIVERSID...

PORTUGAL EM FESTA

O REI TRISTE

A VOZ DO RIO - CONTO INFA...

A POESIA NA ESCOLA DE ABA...

ÓDIO

SORRISO

LUXÚRIA

BORRASCA DA GROSSA

TARDE DE MAIS

arquivos

pesquisar

 
https://youtu.be/Fke4JjUZDTs
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2013

UIVAR À LUA

 

À minha volta sinto o soçobrar das cidades,

 o vazio a doer dos campos,

as tempestades inglórias no mar…

E como num circo somos trapezistas, montamos em corcéis,

driblamos bolas e arcos,

brilhamos no vestir de cetins e de pedrarias…

Mais não somos que animais enjaulados

urrando, uivando à lua…sobrevivendo a lutos e fados,

a primaveras de ancestrais alegrias.

Ah, porque não mais a o futuro do pôr do sol,

porque não mais a ilusão de que a vida

é um pais íntegro em reconstrução.

 

 

 

publicado por Bernardete Costa às 20:18

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?